Monday, January 21, 2008

Céline

Nao tenho nenhum problema em reconhecer que eu sou uma mala. Porém, uma qualidade pelo menos eu acho que tenho: reconheço quando me enganei. Pois ontem fui obrigada a me olhar no espelho e dizer: tu étais dans les papates! Neste caso as minhas conclusoes erradas tinham tido como alvo o xodo do Québec: Céline Dion. Nao vou entrar no mérito das estatisticas de quantos porcento dos québécois gostam ou nao dela. Estou me baseando no fato que que a fofa construiu um teatro pro show dela em Las vVgas, show este alias que custou a bagatela de 300 milhoes de dolares. So um pouquinho: detestada é que essa mulher nao é. Além disso ela ta o tempo todo na midia, nem um dia se passa sem que a gente nao ouça falar nela na tevê ou no radio. Eu que, até a minha chegada ao Québec o maximo que sabia é que ela cantava a musica do Titanic, depois que estou aqui foi impossivel nao estar um pouco mais por dentro de sua vida, de quem era, da infancia dificil e tal. Mas até ai... sei la...nao me emocionou muito. Essas historias de vidas dificeis a gente ta de saco cheio de conhecer, com tanto jogador de futebol que de favelado passou a playboy no Brasil...e ca entre nos...na maioria das vezes sao historinhas um pouco romanceadas.
Ai acabei vendo algumas performances da moça. Sinceridade? Achei bem pouco emocionantes. Acho ela mais do quem sem graça em cena, apesar da voz maravilhosa, e quando ela quer dar uma de sexy entao....aiaiai...é tao atraente quanto um prato de alface (sem tempero). Arghs! Realmente, nunca achei nada demais. Nunca me disse nada.
Mas dai que ontem, chegando em casa depois de um almoço daqueles que tu fica ruminando que nem um camelo sentado na poltrona, nao tinha nada que prestasse na televisao. Abaixo de protestos da parte de meu amado conjugue, nao quis nem saber, deixei no documentario que tava dando sobre os shows da Céline em Las Vegas. O guri la, reclamando, reclamando e eu nem tchuns. Segurei o controle firme, ja que meu processo de ruminaçao tava me deixando sem forças até pra argumentar ou mandar ele catar coquinho ailleurs. E eis que...tal documentario me fez ver Céline de uma forma completamente diferente. Ainda acho sua voz maravilhosa e suas performances agua com açucar, mas ali e descobri o porquê de tanto sucesso pra essa criatura. Entendi que o que mantém tantos anos de uma carreira de sucessos, numa época de tanta gente descartavel, é a relaçao que ela consegue manter com os fas. Me abri pra criatura! A forma como ela trata CADA fa é absolutamente incrivel. Algumas pessoas eram selecionadas pra falar com ela antes dos shows e eles filmaram uma destas ocasioes. Dai eu vi que ela é muito mais do que publicidade dela mesma. Desculpe ai, mas o olhar nao engana. Caramba tchê, a mulher tratava cada uma daquelas (acho que quase cem) pessoas como se fosse o unico fa dela no mundo todo. Ela parava, sorria, olhava no olho da pessoa, ouvia o que tinha a dizer, perguntava, se interessava, batia papo mesmo com o tempo corrido pra dar atençao a todo mundo. Ao total, acho que a tal sessao nao deve de jeito nenhum ter demorado mais de uma hora, mas os segundos que ela passou com cada pessoa, tenho certeza, foram inesqueciveis pros fas. Cada um se sentiu unico e ai...Céline Dion me ganhou. Poucas vezes vi uma artista tao franca, tao sincera com seus fas, tao verdadeira. Invejei a capacidade que ela tem de fazer as pessoas se sentirem unicas no mundo por alguns segundos. Cada um sentia que aquela grande estrela que eles veneravam, podia muito bem sentar com eles no salao pra comer pipoca no sabado a noite. Que simplicidade passa essa mulher. Muito ao contrario das minhas idéias de que ela fazia o estilinho boazinha Polyanna (blraghs!), eu descobri uma mulher cheia de senso de humor, capaz de rir dela mesma, palhaça, atrapalhada e ao mesmo tempo hiper disciplinada e com uma baita confiança no trabalho e no esforço.Uma confiança que nao tem tanto a ver com o talento em si, mas com a capacidade de se entregar, de ser disciplinada. Uma coisa que me marcou, foi que ela disse assim (se referindo ao projeto de Las Vegas): 'S'il y a quelqu'un que puisse le faire, c'est moi. Parce que s'il y a une fille disciplinée en ville, c'est ben moi.' Achei isso super porque sai daquela lenga lenga : 'sou bela, sou forte, sou inteligente'. Passa pra: sou capaz de dar tudo de mim, de suar, de investir forte, de me entregar.
Enfim...curti ela como pessoa. Ainda nao pagaria pra ir num show dela, mas se ganhasse ingresso...agora até iria. O mais legal foi descobrir a razao que faz com que ela seja tao amada: ela mesma. E se ha uma coisa que me faz admirar uma mulher é a capacidade e a coragem de ser ela mesma (ca entre nos, coisa bastante dificil). Tudo bem que tem um monte de marketing e imagem em cima disso, mas o olhar e a atençao que ela da a cada fa...desculpe ai...nao sao fakes de jeito nenhum. Nao posso dizer que sou fa dela, mas aprendi a admirar a cocotte preferida do Québec.

5 Comments:

Blogger Diogo e Simone said...

Olha... depois deste post, e tendo lido diversos outros seus antes deste, até acredito que se algum dia eu estiver com o controle remoto e passar alguma coisa da Céline na tv, pode ser que eu não mude de canal... como ainda não vi este programa que citas, acho que tenho uma idéia parecida com a que tinhas... uma referência singular com a música do Titanic... rsrs

gostei de ver que vc "até iria" num show dela se ganhasse um ingresso... rsrs eu ainda o venderia eu acho... rs

tudo de bom procêis,

db

9:31 AM  
Blogger ju k said...

então, o meu primeiro contato com a celine foi num documentário parecido com este, vários anos atrás. achei a voz dela maravilhosa e ela de uma simplicidade incrível, adorei. depois veio o titanic e cagou tudo pra mim. ela é sim um fenômeno comercial, mas acho q foi puro esforço e talento. admiro muito a celine e, água com açucar ou não, eu iria amarradona num show dela (por enquanto não posso pagar, mas compraria sim, quem sabe o do seu amigo db hahaha). bju

1:21 PM  
Blogger Diogo e Simone said...

Agora lembrei que primeiro terei que conseguir os ingressos, depois terei que ver se minha patroa concorda em vendê-los, daí sim, eu te aviso Ju...

rs
db.

4:28 AM  
Anonymous nanda said...

Olá, me chamo Fernanda e se tudo der certo devo ir p/ Laval com minha família (marido e filha de 6 meses)até o final do ano. Comecei a ler seu blog a pouco tempo e estou amando!!! Já estou no mês de agosto(2007), todo dia leio um pouco, quando não consigo ler no computador eu imprimo. Gostaria de dizer que o que eu mais gosto é o jeito emocionante q vc fala dos seus filhos, é realmente muito lindo!!! Espero q vc nunca pare com o blog pois é realmente muuiiiitoo bom!!! Parabéns pela linda família e desejo tudo de bom p/ vcs!!

nanda

7:18 PM  
Anonymous Andrea said...

Oi Milene,
Eu sou fã da Celine Dion, sempre gostei do trabalho dela e nunca entendi o porque dela nunca ter vindo ao Brasil...
Não sabia que ela dava tanta atenção aos fãs e era humilde deste jeito.Por isso ela é o que é mesmo!
Agora só falta vc assistir o show dela e contar pra nós :-)
Bjs
Andrea

1:04 PM  

Post a Comment

<< Home