Thursday, January 17, 2008

It's pumping!

Credo, que vergonha! Quanto tempo que eu nao dou as caras aqui. Ainda bem que estaço virtual nao cria poeira, teias de aranha, baratas. Ainda bem! Em primeiro lugar queria me desculpar com todas as pessoas que eu nao respondi nestes ultimos tempos. Calma, amigos, calma! Eu quero responder mas a coisa aqui ta uma lou-cura! It's really pumping! (Como diriam os véios surfistas). Nem sei por onde começar.
Nossa semaninha de férias de Natal foram maravilhosas. Ficamos o tempo todo os quatro mosqueteiros grudados, foi uma delicia! So nao foi mais por que, na real, eu nao me dei muito férias. Tinha varias coisas pra adiantar durante esse periodo, fait que... de vez em quando tinha que me acordar as cinco da manha pra trabalhar umas 3 horas antes que o povo saisse de cama e me chamasse pros crepes matinais. Mas deu pra descansar e se divertir. Estou orgulhosa de mim mesma por que venci muitos medinhos, o principal sendo o de colocar um esqui no pé e sair pra montanha. Sim, por que esqui de fond eu simplesmente a-mei! Claro que fiz meus pequenos showzinhos caindo de cara na neve e nao conseguindo desvirar os esquis pra levantar. Mas coisa pouca, se comparado ao meu grande show no esqui alpin. Ai, ai. Espero que eu nao esteja rolando no youtube, mas se estiver nao tem importancia por que eu tive o cuidado de ir pra pista da escolinha absolutamente irreconhecivel....hihihi uffa! Posso dizer que diverti a galera que tava la. Nunca uma pista de escolinha de esqui teve tanta emoçao. Fazia muito tempo que eu nao dava tanta gargalhada. Ainda bem que tive a sorte de conhecer o Stan, um senhor que ensina esqui ha mais de 40 anos (e que provavelmente nunca teve uma aluna tao podre como eu). Apesar de meu talento bem lastimavel, ele conseguiu me ensinar a trocar o peso e, quando a minha hora de aula terminou, eu ja conseguia descer a lombinha ridicula da escolinha sem (muito) medo, até pode-se dizer que "esquiando". Fiquei feliz da vida! Depois da aula fiz uma hora de treino sozinha (o pior é subir no tal tapete magico pra la de lerdo, com aqueles esquis enormes) passei pra lombinha da escolinha nivel "retartado 2", um pouquinho mais inclinadinha. Duas horas depois me mandei pra montanha com o Michael. Ai sim! Nao sei se posso dizer que esquiei na montanha (ou se rolei de cima à baixo), mas fiz duas vezes a pista chamada "Vagabond", e...ainda mais emocionante...peguei duas vezes o lift hihihi(aquelas cadeirinhas, mae! Tu acredita? Eu saindo esquiando daquelas cadeirinhas balançantes?). Voltei contente! Finalmente pude compreender e participar de todas as conversas sobre esqui do pessoal aqui no bureau. Claro que, na primeira vez eles so se mataram de rir das "aventuras de uma cucaratcha na pista de esqui", mas tudo bem. Por outro lado, meus filhos sao o maximo. Com uma hora de curso o professor os levou para as montanhas e de repente o Pedro passa voando montanha abaixo na pista que acaba do lado da escolinha. A Giu também vai hiper bem, mas é mais cautelosa. A unica abobada sou eu mesmo, fazer o quê?
Fora isso a vida vai. Esse ano comecei com a pilha toda, completamente renovada e cheia (cheia mesmo) de esperanças. No reveillon vesti vermelho, pulei na neve (7 vezes, claro), coloquei a bunda pra lua (com alguma dificuldade ja que era lua nova, mas enfim...botei a bunda pras estrelas), comi lentilha, tomei champagne, cantei, sambei. Adoro ano novo! É tempo de renovaçao, de rever metas, objetivos...tempo de olhar pra frente e erguer a cabeça. O que passou, passou. Que venha o novo (por mais assustador que possa ser)!
Tenho muitos planos pra 2008, que seja dito en passant é o ano de Iansa no candomblé (por isso é que disseram pra todo mundo vestir vermelho...no Brasil, né? Aqui ninguém ta muito ai pra isso). Na verdade nunca fui numa sessao de candomblé, mas alguém muito entendido no assunto me falou que eu sou filha de Iansa, que é Santa Barbara pros catolicos. Achei interessante por que a minha amiga Cris disse que pra ela falaram a mesma coisa, e como nos somos hiper parecidas, achei que podia ter a ver. Pois ai, dando uma de quem nao tem nada pra fazer, resolvi procurar alguma coisa sobre as tais caracteristicas dos filhos desta que é considerada a 'senhora dos ventos e tempestades'. Olha o que eu achei:
"Iansã é uma Deusa ligada à manifestação do feminino na fase crescente, trazendo em si a qualidade do movimento. Une passado com o futuro, o lado sombrio da Lua com o lado iluminado, que anuncia um novo começo. Iansã está ligada com o número 9, que é o movimento puro.
As filhas de Iansã são mulheres audaciosas, poderosas, autoritárias e dinâmicas. Estão sempre procurando algo para se ocupar, são cheias de iniciativa e determinação. São mulheres que nunca passam despercebidas, pois são combativas, teimosas e temperamentais, mas também podem ser doces e meigas, quando possuem interesse em seduzir algum homem.
A mulher-Iansã é o tipo de mulher que está mais voltada para o amor sensual do que para o amor maternal. Ama os filhos, mas consegue maior expressão quando se sente admirada e desejada por um homem, o que geralmente provoca o ciúme e a inveja das outras mulheres.
É também uma mulher que está ligada ao passado, ao coletivo, pela origem comum da necessidade fertilizadora do feminino e está ligada ao futuro pela necessidade de diferenciação, que a tirará do coletivo e a jogará sempre para frente, para o novo. É inconformada e inquieta, está voltada para o impulso de empreender coisas, de realizar seu poder criativo. A atualização dessa força criadora dependerá da forma como ela direcionar esta energia, que muitas vezes pode ser desviada para outros fins, ou ser esvaziada.
O perigo é permitir que as barreiras sociais a entravem, desviando a energia criativa para a neurose.E, a neurose é parada de movimento. Todo aquele que se recusa a viver o futuro, apegando-se ao passado, estagna.
A mulher que sente impulso para criar, para dar significado ao seu mundo, precisa ser fiel aos seus conteúdos internos, à Deusa dentro de si. O ato criativo é o processo de se arriscar, de se jogar no desconhecido, de mergulho nas fontes fertilizadoras, da viagem interna em busca da essência das coisas. O desejo de criar move o contato com o informe pela necessidade de dar forma, de arrancar da terra coisas vitais para alimentar a consciência."
In: http://www.rosanevolpatto.trd.br/deusaiansa.htm
Sei la...mas nunca tinha lido descriçoes tao precisas da mim mesma. Vi em outros sites também e o papo é mais ou menos o mesmo. Ou seja...sei la. De todo jeito gostei. Gosto desta coisa de santos e tal, curto isso. Enfim...por uma razao ou por outra...tô com todo o gas. Alias, ainda bem por que esse ano vou precisar. É um ano decisivo pro doutorado onde a gente traça tudo e começa a mandar bala. E mandar bala significa muitas horas em funçao de comitês de ética, apresentaçoes de projeto, reunioes, entrevistas, observaçoes e por ai vai. Claro que tudo fica mais facil por que eu adoro isso e o maior problema é conter a ansiedade e achar espaço pra tudo na vida. Mas isso eu tô aprendendo. Tô curtindo a neve, sair pro ar puro (mesmo a menos 20). Tô curtindo meu sofa, minha casinha, meus troços. Sem falar nas crias e no chum, que nao se deixam esquecer por um minuto hihihi ( de qualquer forma eles nao sao 'esqueciveis').
É isso, espero que todo mundo esteja com todo gas também e desejo tudo de maravilhoso pra vocês que acompanham a nossa saga.

3 Comments:

Blogger "Quebrando o Gelo" said...

Oi Mylene,
Tudo bem com vces?
Olha, me chamo Savana, moro em Laval assim como vce e quem me falou a seu respeito foi a Camila, uma dentista de Brasília que está vindo para o Canadá.
Achei muito legal porque estou aqui desde 31 de Julho e tenho dois filhos, uma menina que faz 11 anos em 25 de Janeiro e um bebê de 2 anos.
Já conheço alguns brasileiros que moram aqui em Laval, são todos ótimos, mas poucos deles tem filhos com idade que se aproximam à idade da minha filha.
Estou adorando aqui, só vai ter uma pequena dificuldade para mim, pois sou dentista, mas vou correr atrás do prejuízo para fazer as coisas acontecerem.
Vou ser sincera com vce, tb ando correndo um pouquinho, e como vce escreve muuuuuuuuuito, não tive tempo de ler tudo para saber mais sobre vce mas, depois a gente se encontra e se conhece pessoalmente .... rsrsrssr....
Moro perto do parque de Clunny, vce comnhece?
Se tiver um tempinho faz um contato. Meu e-mail é savanahenriques@yahoo.com.br
450 667 9589
514 830 9637
Beijão,
Savana.

10:18 PM  
Blogger Re e Li said...

Bom ano pra vcs tb! Eu intitulei 2008 de "o ano na mudança". Muita coisa boa pra nós!
Beijos

5:27 PM  
Anonymous Anonymous said...

Oi Mylene!

Meu comentário não é sobre seu post, mas seu blog hahah... que é bem divertido e interessante! Entonces, faz um tempinho que eu encontrei-o, mas somente agora resolvi te escrever....

Seguinte, estou no processo do Québec aguardando o tão esperado pedido de exame médico. Talvez até julho eu já esteja por aí.

Enquanto eu não me mando praí, estou vendo umas oportunidades e uma das que penso é em fazer mestrado. Você teria alguma sugestão de site ou qq outra luz sobre bolsas aí?? Sei que você faz Doc (uhu pra vc)... Ah, sou the Curitiba by the way!

é isso... se puder me contactar, meu email é jaqueline.ganzert@gmail.com

merci!

a plus

Jaque

7:21 PM  

Post a Comment

<< Home