Friday, February 15, 2008

Ser como o rio

Entao aqui termina o percurso de "No Québec é diferente". O titulo que escolhi reflete, antes de mais nada, a nossa maior esperança: de que no Québec fosse realmente diferente. Depois de dois anos de trajetoria no hemisfério norte, acho que posso afirmar do fundo do coraçao que, sim... no Québec É MESMO diferente! É diferente e é melhor! Eu acho...beeemmm melhorrrr!!! As vezes penso que a cegonha deve ter errado meu trajeto, sei la. Acho que ela me desouvou no lugar errado. Chegando aqui, desde o inicio como este blog testemunha, me senti em casa. Engraçado! Como se tivesse achado meu canto, minha turma. E esse sentimento so cresce. Ontem eu estava conversando com meu diretor e uma colega perguntava quando eu ia visitar o "chez moi", se referindo obviamente, ao Brasil. Me deu um aperto no peito e eu so repetia " Mais là...chez moi c'est le Québec!". Estranho...eu falava do fundo do coraçao. Acho uma certa hipocrisia alguém sair do seu pais em busca de segurança e qualidade de vida e continuar chamando esse pais de "sua casa, seu lar". A minha casa é onde eu posso viver dignamente e ser feliz. Esse é meu conceito de lar. Mas isso é muito pessoal, e cada um vê de um jeito.
Mas enfim... eu continuo adorando isso aqui. Continuo agradecendo a Deus por tudo, tudo que estamos vivendo. As coisas estao sendo mmmuuiitttooo melhores do que a gente esperava. Eu diria mesmo mmmuuiiitto melhores do que eu, um dia, ousei pedir. Alors, merci Bon Dieu!Nostalgia do Brasil, nao sei se tenho. Na real acho que nao me dou muito o direito de ficar nessa de nostalgia (so vale a do Leite Moça)...heheh Pra frente é que se anda e vamo la.
Acho que, justamente por isso, nesse momento eu tenha decidido que esse blog ja deu mesmo o que tinha que dar. Acho que ele cumpriu a sua maior funçao que era de documentar passo a passo a nossa adaptaçao no novo pais, na nova Patria, na nova vida. Cumpriu. Fico imaginando como vai ser legal quando o Pedro e a Giu forem adultos, trilingues e lindoes (isso eles ja sao...hehe) e pegarem esses escritos para ler. Talvez eles fiquem conhecendo um pouco mais sobre a doida da mae que eles tem...talvez nao. De qualquer maneira, com certeza vao lembrar de momentos, ver fotos, etc.
Talvez eu nao tivesse escrito (quase) regularmente por dois anos se as pessoas queridas que nos acompanham nao tivessem deixado aqui seus comentarios. Cada um desses comentarios encorajadores, sobretudo, fazem parte da nossa vida agora. Cada um foi um presente que recebemos e que vamos guardar com muito carinho. Algumas dessas pessoas eu conheci pessoalmente, algumas sei que ainda vou conhecer. Mas nao todas. Nao sei porquê. Tem gente que me acha fresca. Sou mesmo. Aprendi depois de muita porrada, graças ao nascimento dos meus filhos, a guardar "um pouco" da minha privacidade. Além disso, nao sou consulado nem agente de imigraçao. Conheci quem eu fiquei afim, quem bateu. Sempre ouvi meu coraçao. Às vezes eu acertei, outras errei. Paciência. Ser fiel a seus sentimentos nao nos exclue da possibilidade de errar. É assim, mas no balanço final muito mais acertei que errei e voilà.
Entao aqui fica a marca desses dois anos, mas nao é um fim. Eu adoro pensar em termos de gestalt. É uma gestalt que se fecha, para que outras se abram. É um corte com um momento, com um ciclo. Sempre acreditei que a gente tem que (quando possivel) fechar as gestalts que a gente abre. E a gente também precisa ser como rio. Deixar fluir. Deixar rolar. A gestalt do blog esta sendo fechada e outras estao sendo abertas... como a faxina na casa. As vezes a gente tem que tocar algumas coisas fora para abrir lugar pro novo.
À cada um que torceu, que riu e chorou comigo...um grande merci. À quem quiser manter contato:mypsi2002@yahoo.com.

E termino com Manuel Bandeira:

Ser como o rio que deflui
Silencioso no meio da noite.
Nao temer as trevas da noite.
Se ha estrelas no céu, refeti-las.

E se os céus se pejam de nuvens,
Como o rio as nuvens sao agua;
Refleti-las também sem magoa
Nas profundidades tranquilas.

35 Comments:

Blogger ju k said...

obrigada mylene por repartir com a gente tanta coisa legal. aprendi várias coisas neste blog, não só sobre o quebec, sobre a vida. desejo a tua família tudo de melhor e espero q um dia a gente se encontre por aí. fiquei um pouco tristinha pois era leitora assídua, mas tudo bem, o q seria da lagarta se não ousasse virar borboleta? um bjo já saudoso

ps: entendo perfeitamente o lance da "tua terra" não ser bem o Brasil, eu sempre digo que quem gosta de terra é minhoca, que quem tem raíz é árvore...

bonne chance

3:08 PM  
Blogger Canadá A4 said...

Ficamos, José Roberto e eu, muito felizes com o post ( e com aquele coração apertado tb! hehe)afinal, é uma decisão pessoal que respeitamos, entendemos e tb festejamos com vc e sua família de se sentirem tão adaptados e ambientados. É uma alegria ver e ler todos os seus posts, saber das tuas verdades, broncas e desabafos.
Desejamos tudo de melhor para vcs e agradecemos imensamente o fato de ter nos permitido conhecê-la pessoalmente e se dispor a nos ajudar. Que possamos nos encontrar novamente e que a integração total de vcs seja um dos motivos de muita festa pois,não é isso que queremos no fundo do coração quando migramos?

Um beijo, obrigada hj e sempre pois nunca podemos esquecer das pessoas que nos ajudam.

Camila e José Roberto.

Ah, a partir de Julho estaremos os esperando em Ville de Quebec. Já fica o nosso convite!

4:21 PM  
Blogger Sandra e Evaldo Vicente said...

Nao faz isso com a gente nao!
Eu AMO ler o que vc escreve. Leio como se abrisse um jornal, ou aquele livro, numa posicao bem aconchegante no sofa... sem pressa.
Que peninha! Nunca tive a impressao de estar lendo coisas de imigracao, pois voce sempre me passou muito mais, alem da impressao de ser mesmo daqui ha muito mais tempo.
Sniffffffffffffffffffffffff

8:10 PM  
Anonymous Anonymous said...

Mylene,

Voy a escribirte en espanhol y espero que puedas entender. Hace dos anhos te leo, hace un anho que llegue a Quebec. Durante este tiempo de entre los 45 blogs a los que estoy suscripta, siempre el tuyo fue el preferido. Tu calidez humana, tu pasion por la vida y tu optimismo fueron un ejemplo y un estimulo para mi. Mujeres como vos me hacen sentir orgullosa Me siento un poco triste de saber que ya no me voy a deleitar con tus post, pero lo comprendo y no me queda mas que decirte una cosa, gracias por escribir. Que Dios te bendiga siempre.
Laura K.

8:19 PM  
Anonymous Anonymous said...

Me uno aos amigos acima para pedir, pelo amor dela, sim, ela que esteve sempre presente nos teus posts, a ``vaca jersey``, que tu nao pare de nos contemplar com o teu blog. Ja me sinto orfa da leitura maravilhosa que busco, desesperadamente, a cada vez que ligo o computador. Ja saudosa da tua divina forma de escrever, venho te suplicar:
Pelo amor da vacajersey, nao nos abandona !!!!!!
beijos
leticia

3:16 PM  
Blogger Rossana said...

This comment has been removed by the author.

7:43 PM  
Blogger Rossana said...

Salut Mylene!!

Bem, decisão tomada, vamos respeitar! Só queria dizer brigadão por tudo que você escreveu, por tudo que você compartilhou com um monte de estranhos que você nunca viu! Vou sentir falta dos teus textos, da vaca jersey, das boas risadas que dei lendo teu blog. Tá tudo guardadinho no coração, ainda que possa parecer estranho, pelo fato de não nos conhecermos... mas nessa "empreitada" que é a imigração, a gente acaba se identificando com um monte de gente que nunca vimos, mas que partilham conosco o mesmo sonho. E ver esse sonho realizado na tua família, e tão bem realizado, diga-se de passagem, dá, pelo menos pra mim, uma força ainda maior de continuar no caminho rumo ao super iglu!!!

Desejo TUDO de bom pra vocês, do fundo do coração!!!

Um beijo bem grandão de Recife e até um dia, quem sabe!! (=

7:45 PM  
Blogger Nós4 said...

É engraçado...
Pelos últimos posts, já dava pra sentir que essa seria uma decisão que você tomaria mais cedo ou mais tarde.
Ainda que a gente se sinta um pouco "órfão" com a sua despedida, dá para entender. A vida toma seu rumo, as prioridades mudam e a sensação de missão cumprida aparece.
Tenha certeza, Mylène, que você tem um papel muito importante: acredito que muitos, assim como nós, aprenderam muito com seu blog!!
Você sabe escrever como poucos!! Seus posts são divertidos, instrutivos, esclarecedores, sem tentar manipular nenhuma opinião!
Aprendi a admirar e a ter carinho por você, coisa até engraçada pois ainda não nos conhecemos. Digo "ainda" porque quem sabe um dia iremos nos encontrar.
De qualquer forma, continuamos torcendo por você e temos certeza que escrevendo ou não você já tem um lugarzinho guardado no coração de muitos leitores.
Parabéns e obrigada por tudo!!

E que Deus continue iluminando a você e à sua família.

Beijos,

Dani

PS: Enviei a msg de Nossa Senhora, porque sei que você gosta. Você recebeu?

7:25 PM  
Blogger Re e Li said...

My, obrigada por dividir mais esse momento com a gente!
Eu sou uma daquelas que ri, chorei e me diverti com blog e espero conhecê-la pessoalmente um dia!
Suas palavras são encorajadoras!
Obrigada, obrigada, obrigada!
Beijos em seu coração!
Renata

9:30 AM  
Blogger Adelaide said...

Voce é realmente uma pessoa extraordinaria.
Felicitations!!!
Bonne chance!!!
Beijos.
Uma pernambucana em Montréal.

2:36 PM  
Blogger dilaine said...

É, vc já tentou fazer isso uma vez mas voltou atrás... Mas se é pra ir, tudo bem! Tb leio vc desde o início e teu blog sempre foi pra mim muito mais q informações. Aprendi valores aqui. Obrigada por compartilhá-los!
A tua postura diante da vida tb me enriqueceu muito!
Felicidade a vc e aos seus!
Obrigada de coração por esse tempo!
Um abraço,
Dilaine, Leslie Carlos e Davi.

10:02 PM  
Blogger Cau said...

muito obrigada por alguns ensinamentos que agora estão adormecidos na minha memória mas que com certeza lembrarei quando vier a passar o mesmo que vocês aí.

boa sorte para você e a sua família. permaneçam unidos que tudo tende a dar certo ainda que involuntariamente.

beijos,

claudia

http://brincandonogelo.blogspot.com

8:48 AM  
Blogger primaujp said...

Olá,
Não podia deixar de dizer um tchau a vocês...valeu muito este tempo que o blog durou. Vou deixá-lo nos meus favoritos para relê-lo de vez em quando assim como fazemos com um livro que gostamos muito.
Desejo a vocês tudo de bom e que cada vez mais vc sinta que o Québec é sua casa!!!!
Priscilla.

10:30 PM  
Anonymous Anonymous said...

...Mylene... eu entendo perfeitamente sua decisão, pq existem coisas nas nossas vidas, sejam elas chamadas de ciclos ou fases, que tem de ser iniciadas e acabadas para terem sua real importancia, e é o q está acontecendo agora.Tudo o q lhe parecia essencial passou a fazer parte de uma rotina q só a voce diz respeito! Mas é a vida.Booooa sorte !!!!!

2:34 PM  
Anonymous Anonymous said...

My,

Fica na paz!

"Foi muito bom estar com vc nesses 2 anos".

Houve momentos que ri, momentos que me emocionei, me identifiquei... Vc deveria escrever um livro!

Vai deixar saudades sim, é verdade...Mas, entendo sua decisão.

Bj grande,
Natália - Recife - Pernambuco

5:10 PM  
Blogger Queila said...

Que pena Mylene. Vamos sentir falta de teus posts sempre tao sinceros e positivos.

Tudo de bom para vc e para sua familia!

Q

8:51 AM  
Blogger Marcelo Moreira said...

OLá, pessoal. Sou jornalista do Jornal da Tarde, de São Paulo. Estou fazendo uma reportagem sobre trabalho para brasileiros no Canadá e queria algumas informações de vocês sobre como está o mercado para nós aí em Québec, se há boas oportunidades e, se for possível, entrevistar por e-mail alguém que esteja morando e trabalhando em Montreal ou Québec. Será que podiam responder algumas perguntas por e-mail?

2:36 PM  
Blogger Manu said...

Poxa My, que pena... Eu sempre admirei mto a sua sinceridade (e coragem pra isso) perante a internet. Também costumo ser assim no meu blog e acredite, já recebi alguns
"recadinhos desaforados". Acho que um dia tb vou fechar essa gestalt, mas por enquanto, ela ainda está aberta. rsrsrs Acabei nao te escrevendo na epoca que pedi seu email, pq mudei de ideia sobre essa coisa de profissao (acho que mudo de 15 em 15 dias! rs)
De qualquer forma, obrigada por todos os seus posts, de uma forma ou de outra, eles sempre me ajudaram, antes mesmo de vir pra cá.
Muita sorte pra vc daqui pra frente e quem sabe nao nos conheceremos pessoalmente ainda?
Beijao grande e sucesso!!

12:08 PM  
Anonymous Anonymous said...

Sabe aquela???
A última a morrer??!??!?!??
Então, ainda não perdi!!!!

Volta a escrever, por favor!!!! snif snif

11:43 PM  
Anonymous Anonymous said...

Parabéns e obrigado por tudo...
Um grande abraço
Adriana

2:08 PM  
Blogger barb michelen said...

Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is

9:21 PM  
Blogger Jeane said...

Mylène,
Descobri seu blog por causa da imigração, mas o que me fez ler tooodos os seus posts foi a emoção que encontrei neles. Os seus posts têm energia, são vibrantes.
Vou sentir falta! Ah...você bem que podia manter paralela a carreira de escritora.
Tudo de bom pra vocês!
Beijos
Jeane

12:41 AM  
Anonymous Anonymous said...

Parabéns e gostei muito da postagem Milene, e o interessante que estou totalmente de acorco com as colocaçoes nesta postagem mesmo estando aqui em Montréal a onze meses.

Valeu!

Angelo e Ana

10:40 AM  
Blogger bernard n. shull said...

hi mate, this is the canadin pharmacy you asked me about: the link

7:01 PM  
Blogger Laura said...

Oi oi, tudo bem?

Você já conhece a escola de francês quebequense?
Sem dúvida, a melhor opção para quem vai imigrar para o Québec.
converse conosco agora no msn da escola e tire as suas dúvidas: ecoledefrancaisquebecois@hotmail.com
Entre agora em contato com a nossa escola ou deixe o seu número no quadro INFORMACOES e nós ligaremos para você!
Escola de francês quebequense

Assista agora alguns vídeos e saiba como funciona o nosso curso e como fazer a sua matrícula. E não perca a oportunidade de conhecer as amostras do nosso material de estudo:

Amostra do nosso curso de francês

8:23 PM  
Blogger Nós4 said...

Mylène,

Você está fazendo falta!!
Impressionante como mesmo depois de ter parado de escrever e já fazer muito tempo que você escreveu determinados posts, ainda choro (e muito) com coisas que você escreveu.
Estamos naquela fase inicial de adaptação.
Chegamos tem 3 semanas, os meninos ainda não estão na escola (na verdade nem sei como vai ficar a situação do caçula) e sempre bate aquele receio de como as coisas vão ficar.
O mais velho tem medo sobre a situação dele (se vai se atrasar ou não) e por isso foi muito importante o post que acabei de ler pra ele, falando sobre a adaptação da Giullia, que na época estava na mesma classe que ele está agora!!
Acho que serviu para animá-lo!!
Está vendo?? Não só os pais são seus leitores, mas os pequenos tb!!
Esperamos de coração que tudo esteja bem com vocês. Estamos nos mudando no começo da semana que vem.
Quando as coisas estiverem mais em seus lugares, será que teremos o prazer de lhes conhecer?

Abraços, beijos, muito sucesso e saiba que você continua sendo meio que uma "guru" para os nouveaux arrivants!!

Dani, Hamilton e filhos

10:00 AM  
Blogger Lu Geiger said...

25 de setembro de 2008: Depois de buscas esporádicas por ti nesse mundo virtual nos últimos 5, 6 anos, só hoje fui te reencontrar neste blog já fechado para conversês... E fiquei mui surpresa (e feliz!) com o que aconteceu na tua vida desde nosso último contato na tua formatura...
Espero que ainda te lembres de mim e daquele nosso trabalho sobre Perversão na cadeira da Liliane. Foi justamente uma daquelas músicas que ouvi minutos atrás(daquela nossa montagem de recortes de filmes, lembra?) - Slave to love - que me fez lembrar de ti com saudade. Mais uma busca no Santo Google e... te encontrei por aqui!
Espero que este comentário tardio chegue até ti. Noutro dia, com mais calma, escrevo pro e-mail que dexiaste no final do post.
Beijão, querida!
Luciene

2:44 PM  
Anonymous Anonymous said...

Mylene,
Só hoje descobri teu blog, que pena que foi já depois de cair o pano!
Mesmo assim queria agradecer pelas suas palavras... Somos uma família no começo do processo de imigração e ler o seu otimismo foi muito bom! Espero que voces sejam muito felizes por ai! Quem sabe um dia a gente se encontra no gelo!

Liliane

7:05 AM  
Blogger Roberto et Mari - SP Brasil said...

Cara amiga,

Não tenho palavras para descrever o conjunto de boas sensações que tive ao ler esse post. Palavras lindas...tudo o que sonho e espero viver em breve, no meu novo lar.

Muito obrigada, amiga e quando quiser postar novamente estaremos por aqui para prestigiar!

Grande abraço
Roberto e maristela

10:06 PM  
Anonymous Minna said...

People should read this.

3:09 AM  
Blogger Papillon said...

Oi!
Imagine que estava aqui hoje ouvindo Embarque ma Belle que conheci dia 24/06/2007 na cidade de Quebec e acabei ganhando um cd pq gostei muito( o que vc chamou de roquinho québécois kkkkkkkAdorei isso!!) e do nada encontro seu blog. Já fui duas vezes de férias a Montreal e tb a cidade de Quebec e amo esse lado do Canadá. Tenho planos de um dia quem sabe....tenho muitos amigos québécois!!
Não queria passar no seu blog e não comentar nada...Bem, parabéns por sua conquista e de encontrar essa cidade que como vc também não me sinto estrangeira quando visito e tenho certeza que não me sentirei se ela for meu destino...

Prazer Mylene et Bonne Chance!!
Bss, Papillon

Quero deixar algo para voc~e que ganhei de um amiga-irmã québécoise.


La main de le destinée.


Un vieux paysan chinois avait un cheval.
Un jour, l’animal s’enfuit et ne rentra pas.
Les voisins disent : " C’est pas de chance ! "
L’homme répond :
" Chance ou malchance, qui pourrait le dire ? "

Et voilà que quinze jours plus tard,
le cheval revient à la ferme suivi d’une dizaine de chevaux sauvages.
On dit au paysan : " Tu as bien de la chance ! "
L’homme déclare :
" Chance ou malchance, qui le sait ? "

Le fils du paysan saute sur une des montures,
part à fond de train, tombe et se casse la jambe.
Pour sûr, c’est de la malchance.
Mais le père branle la tête :
" Chance ou malchance, on verra bien. "

La guerre civile faisait rage dans la province.
Une bande de soldats passe dans le village,
emmenant de force
tous les jeunes gens en âge de porter un fusil.
Seul le garçon à la jambe brisée ne part pas.
Chance ou malchance, qui pouvait le dire ?

" Les choses ne sont pas toujours ce qu’elles semblent être. "
On ne sait jamais si tel événement est chance ou malchance,
il faut attendre la fin de l’histoire et peut-être la fin de la vie.
Alors, en se retournant, on verra mieux ce qu’il en était.


Em effet, souvenons-nous de cette parabole :
" Les choses ne sont pas toujours ce qu’elles semblent être. "
On ne sait jamais si tel événement est chance ou malchance,
il faut attendre la fin de l’histoire et peut-être la fin de la vie.
Alors, en se retournant, on verra mieux ce qu’il en était.


(Rapporté par D.H. Munich)

5:05 PM  
Blogger Carolina said...

http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/placeauquebec/pt/#/testemunho_mylene

Amei o blog e me encantei tb com seu depoimento!

Muitas felicidades para vc e sua familia!

8:00 PM  
Blogger Nanny Kyrillos said...

Oi pessoal,
estou passando para divulgar a palestra gratuita que a Maria João fará no dia 1 de out de 2010 sobre o processo de imigração.
Aproveitem a oportunidade para sanar todas as suas dúvidas.
Mais informações no Unzipcanada.
Beijos

PS: tomei a liberdade de divulgar aqui por achar útil a muitos dos seus leitores! Bjs :-)

6:11 PM  
Blogger Sara said...

Espero que eu tenha algum tempo para escrever coisas como você, tenha em mente que sempre temos essas coisas, mas precisamos de tempo para se desenvolver, espero que ele e, em algum momento, se eu tiver a oportunidade de escrever um pouco de viajar Vou tentar obter algum apartamentos mobiliados buenos aires

3:35 PM  
Blogger Sara said...

Espero que eu tenha algum tempo para escrever coisas como você, tenha em mente que sempre temos essas coisas, mas precisamos de tempo para se desenvolver, espero que ele e, em algum momento, se eu tiver a oportunidade de escrever um pouco de viajar Vou tentar obter algum apartamentos mobiliados buenos aires

3:35 PM  

Post a Comment

<< Home